CIPA do Grupo Cene trabalha para a preservação da saúde e integridade física dos trabalhadores

CIPA do Grupo Cene trabalha para a preservação da saúde e integridade física dos trabalhadores

A CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes) do Grupo Cene é composta por representantes da empresa e dos colaboradores, e tem como missão a preservação da saúde e da integridade física dos trabalhadores e de todos aqueles que interagem com a empresa matriz.

Com o objetivo de prevenir acidentes e doenças do trabalho, de modo a tornar compatível o trabalho com a preservação da vida e a promoção da saúde do trabalhador, a CIPA conta hoje, de forma direta, com 14 colaboradores.

“Esse é o primeiro ano do departamento de segurança na empresa, juntamente com a gestão da CIPA pretendemos realizar um trabalho sistemático a fim de proteger os colaboradores(as), visando sempre a antecipação de toda e qualquer situação geradora de riscos, orientando e instruindo os envolvidos para que sirva não somente nos dias/horários de trabalho e sim para vida. O cipeiro é um comunicador, que orienta, esclarece dúvidas e cria um canal de proximidade entre o SESMT (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho) e o colaborador, visando velocidade para ajustes / adequações ou informações precisas”, explica Rafael Benvindo Rodrigues, técnico em Segurança do Trabalho.

São membros titulares da CIPA do Grupo Cene: Dejamil Ricardo Monteiro (farmacêutico) – presidente; Flávio Diogo Marques Gutierrez (analista de comunicação interna) – vice-presidente; Márcia Aparecida Rodrigues Jussiani (analista de ouvidoria) – secretária; Eder Aparecido dos Santos (enfermeiro gerente); Rogério de Castro Musi (contador); Elson Junio Silveira (assistente administrativo); Amauri Perpétuo Maciel Gracioli (gerente de custos); César Augusto Chiquini Araújo (técnico de enfermagem).

A CIPA realiza reuniões ordinárias mensais, de acordo com o calendário preestabelecido, sendo redigida em ata pela secretária, assinada por todos os presentes posteriormente encaminhada para diretoria pelo presidente da CIPA ou técnico de segurança da empresa.

 

São discutimos os acidentes de trabalho ocorridos até a data da reunião e sugeridas medidas de prevenção de acidentes julgadas necessárias, e propostas mudanças/ajustes que sejam necessárias para:

  •   promover a divulgação e zelar pela observância das normas de segurança e medicina do trabalho ou de regulamentos e instrumentos de serviço emitidos pelo empregador;
  •   despertar o interesse dos colaboradores pela prevenção de acidentes e de doenças ocupacionais e estimulá-los permanentemente e adotar comportamento preventivo durante o trabalho;
  •   participar da campanha permanente de prevenção de acidentes promovida pelo Grupo Cene;
  •   investigar ou participar, com o SESMT, da investigação de causas, circunstâncias e consequências dos acidentes e das doenças ocupacionais, acompanhando a execução das medidas corretivas;
  •   realizar, quando houver denúncia de risco ou por iniciativa própria e mediante prévio aviso ao empregador e ao SESMT, inspeção nas dependências da empresa, dando conhecimento dos riscos encontrados ao responsável pelo setor, ao SESMT e ao empregador;
  •   sugerir realização de cursos, treinamentos e campanhas que julgar necessários para melhorar o desempenho dos empregados quanto à segurança e medicina do trabalho;
  •   convocar pessoas, no âmbito da Instituição, quando necessário, para tomada de informações, depoimentos e dados ilustrativos e/ou esclarecedores, por ocasião da investigação dos acidentes do trabalho; e
  •   elaborar, ouvindo os trabalhadores de todos os setores do estabelecimento e com a elaboração do SESMT, quando houver, o mapa de riscos.

 

Setores e Cuidados

Alguns setores do Grupo Cene estão mais expostos a alguns riscos e, nesses casos, é feito um trabalho ainda mais específico. Saiba mais:

 

* Devido ao risco de acidente automobilístico e visando a proteção da equipe de socorro – SAM é exigida a comprovação do curso para o condutor, CNH compatível com a função e tipo de veículo (ambulância), conferida a validade e autenticidade do certificado apresentado na admissão (RH). Periodicamente esses profissionais são encaminhados para reciclagem no Sest Senat, revalidação do curso específico.

Também, anualmente é convidado um profissional da área para palestrar sobre acidentes de trânsito (Polícia Rodoviária), que apresenta estatísticas atualizadas e novos conceitos de direção defensiva para todos os colaboradores, principalmente os grupos de colaboradores(as) que usam veículos da empresa (carro ou moto), assim como aqueles que utilizam de motos para se deslocarem de casa para o trabalho (grupo de risco).

Em parceria com o departamento do CEC, serão expandidas as ações para todo o grupo, gravando vídeos e palestras instrutivas e multiplicando para todo o grupo, por meio do sistema de EAD, com testes e certificados de conclusão.

 

* Quanto ao risco biológico e demais riscos, como ergonômico são levadas informações preventivas por meio da TV corporativa e Cene Comunica, para correção postural, lavamento e transporte manual de peso (caixas), esforço físico dentre outros. Os membros da CIPA participarão da atualização dos laudos e programas, a fim de identificarem situações geradoras de riscos não observadas pelos profissionais responsáveis (técnicos e engenheiros de segurança terceirizados), propor medidas de controle e eliminação de risco quando possível.

Auxiliar em campanhas de conscientização em geral, última delas a campanha de vacinação contra gripe influenza e H1N1, realizada para todos os profissionais da empresa, inclusive aqueles que estão em home office por conta do covid19, levando informação dos locais / postos de vacinação, determinando prazo para vacinação.

Auxiliar no cumprimento da renovação dos exames periódicos capazes de monitorar o surgimento de situações geradoras de riscos de acidentes, relacionada com os riscos de cada função ou exposição aos agentes químicos, ou biológicos.

 

* Capacitação dos colaboradores de forma continuada, em parceria com o departamento do CEC, para que os mesmos não se exponham a riscos / perigos não previstos ou não condizentes com a sua função na empresa.