10 atitudes para um 2018 melhor

 

Matéria escrita por Tatiana Pires, publicada no jornal Diário da Região em 01/01/2018

Separar ou reciclar o lixo, cuidar do verde, desapegar-se de uma roupa são exemplos de gestos simples, mas transformadores o exemplos de gestos simples, mas transformadores.

A máxima “Seja a mudança que você quer no mundo”, se colocada em prática no ano novo pode, realmente, transformar o bairro, a cidade em que vivemos. Atitudes do dia a dia, simples, que todos nós podemos ter pra tornar o mundo melhor já são praticadas por algumas pessoas e empresas. Plantar árvores e oferecer atividades para crianças visando a consciência ambiental são algumas das sementinhas plantadas.

Em um espaço que reúne 17 food trucks foi criado um sistema de reaproveitamento de água da chuva para economizar o que seria usado para irrigar a horta e o canteiro em torno do local. Em média R$ 500 no valor da conta de água é economizado por mês. Foram instalados canos na calha que levam a água para uma caixa d’água. “É uma água que cai do céu de forma gratuita e que infelizmente no Brasil é desperdiçada. Notamos que quando chovia era desperdiçada uma quantidade absurda de água e que poderia ser utilizada para irrigar a horta”, afirma Tatiana Nunes Carvalho, proprietária do local, onde tudo o que é plantado na horta, como alecrim, hortelã, orégano, pimenta, salsinha, é utilizado pelos food trucks na preparação dos alimentos.

Separar o lixo reciclável é um hábito que a autônoma Adriana Tokoy, 50 anos, tem há mais de anos. Ela mora em Uchoa e na época a prefeitura tinha um projeto que incentivava os moradores a separar o lixo. Ao se mudar para Rio Preto, ela manteve a atitude. “Nos dois prédios em que morei eu notava que havia algumas pessoas que faziam o mesmo. Agora, no meu condomínio há a mesma política e eu acho isso importante porque facilita para as pessoas que trabalham com material reciclável. O lixo orgânico suja o que poderia ser reciclado e acaba tendo muito desperdício.”

Diminuir o impacto ambiental é muito levado a sério por uma empresa de saúde. Em dois anos, eles deixaram de depositar no meio ambiente 1.036 milhão copos plásticos ao subsistirem por canecas e squeezes. “Estamos treinando os funcionários para zerar o uso de copos descartáveis e, a partir do primeiro dia útil de 2018, não haverá mais descartáveis. Os nossos clientes, que até então tinham copos plásticos disponíveis, terão copos de vidro”, afirma Celina Maria da Trindade, coordenadora de responsabilidade social.

Além dessa ação, a empresa também faz a coleta de material reciclável destinando o que pode ser reutilizado para a Cooperlagos. Outra iniciativa é a doação de material eletrônicos, que são substituídos por equipamentos novos, para instituições que atendem crianças e adolescentes.

Com atenção voltada às crianças, um parque aquático da região realiza desde 2015 atividades voltadas para crianças, entre 8 e 12 anos, da rede municipal de ensino de Olímpia, com o objetivo de desenvolver a consciência ambiental dos pequenos. Entre elas, o plantio de mudas de árvores. Até o momento o programa “Educação no Parque” já atendeu 3,1 mil crianças e plantou mil árvores. “Durante um dia, as crianças participam de diversas atividades, como evitar o desperdício de água, a reciclagem e cuidados com o meio ambiente. O objetivo é promover a integração entre o turismo e a comunidade, proporcionando cultura, lazer e ensinar conceitos de meio ambiente para as crianças, reforçando o que eles aprendem na escola”, diz Marcos Lourenço Bittencourt, responsável pelo marketing do parque aquático.

O projeto Muda que a Cidade Muda, criado em julho de 2016, já plantou pelo menos 1,8 mil árvores e deixou o ambiente mais verde e florido com ajuda de 200 voluntários. A idealizadora do projeto, Fernanda Sansão, anunciou que em três anos, 7 mil novas árvores devem ser plantadas na região central da cidade.

Moradores do bairro São Marcos se uniram para proteger a área da nascente do córrego dos Macacos. Uma figueira, imponente, com quase 20 metros de altura foi adotada como principal símbolo da luta dos moradores e, após análise do processo pelo Comdephact (Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Cultural e Turístico de Rio Preto), foi tombada como patrimônio do município em setembro de 2016.

Para inspirá-los, o Diário elaborou lista com dez atitudes para se colocar em prática a partir deste ano:

  1. Plante, pelo menos, uma árvore – Não é só um gesto simbólico para quem busca realização, como diz o ditado: “ter um filho, escrever um livro, plantar uma árvore…”. Árvores têm diversos benefícios, entre eles: realizam fotossíntese, o que ajuda a renovar o ar, produzem frutos e sombra, ajudam a prevenir o solo de erosões da chuva. Uma cidade arborizada é mais agradável e saudável para se viver
  2. Economize água e energia – Apesar de o planeta ter um volume de 70% de água, apenas 0,7% dela é potável. Por isso, a importância de pensar no consumo desse bem tão precioso de forma consciente. O consumo de eletricidade também não pode ser esquecido. Economizar água e energia são ações simples que contribuem, e muito, na preservação do meio ambiente, além de poupar o bolso
  3. Doe sangue e medula óssea – O sangue não é um produto que possa ser produzido artificialmente e não possui nenhum outro substituto. Doar sangue é um ato simples e seguro que não provoca riscos ou prejuízos à saúde. Com apenas uma doação, você pode salvar até quatro vidas. E se você também desejar ser um doador de medula óssea, mas tem dúvidas, procure um hemocentro e agende uma consulta de esclarecimento ou palestra sobre a doação
  4. Cuide do seu próprio lixo – Dar um destino correto a resíduos ainda é um problema enfrentado pela maioria das cidades em todo o país. Mas cada um pode fazer a sua parte separando três tipos de resíduos: lixo orgânico, lixo material não reciclável e lixo material reciclável. E quando for às compras, leve a própria sacola. Ela diminui o uso de sacolas plásticas. O plástico, se descartado de forma incorreta, pode levar até 100 anos para se decompor na natureza
  5. Consuma de forma consciente – Pense e repense antes de comprar. A cultura de comprar de forma desenfreadamente é o jeito mais fácil de destruir o meio ambiente. Tudo o que compramos reflete em algum tipo de impacto ambiental, portanto, compre o necessário
  6. Não desperdice alimentos – O Brasil joga fora, todos os dias, 41 mil toneladas de comida. Isso daria para alimentar 25 milhões de pessoas. Para evitar o desperdício, aprenda técnicas para preparar e armazenar os alimentos. Importante ressaltar que o desperdício de alimentos também implica em desperdício de recursos usados para a produção deles, como água, energia elétrica e áreas para agricultura
  7. Faça um trabalho voluntário – Uma atividade essencial: o voluntariado. Dedicar tempo a beneficiar a vida de outras pessoas sem receber nada em troca. Essa primeira impressão é logo substituída pelo sentimento de que doar uma parte do seu tempo faz alguma diferença no mundo. Voluntários de diversos segmentos são unânimes em afirmar: “quem doa recebe em dobro”
  8. Use os meios de transporte de maneira consciente – Quer ser mais sustentável? Peça e ofereça carona ou até mesmo use a bicicleta como meio de transporte no dia a dia. Para o meio ambiente, essas perspectivas podem ter uma grande diferença, pois um carro de cinco lugares com uma pessoa só dentro é desperdício de espaço e fonte de poluição
  9. Vote consciente, acompanhe e cobre ações dos candidatos – No Brasil, a cada dois anos os cidadãos vão às urnas eleger seus representantes, ora para cargos federais, ora municipais. Em 2018, será realizada eleição para presidente, governador, senador, deputados federais e estaduais. É o momento em que ditamos o rumo que nossas vidas irão tomar. Por isso, é preciso saber escolher. E, depois da eleição, acompanhe o trabalho de quem você elegeu
  10. Propague as boas ideias – Se você já tem algumas dessas atitudes, passe essas ideias para as pessoas ao seu redor, família, amigos, colegas de trabalho. Ensine as crianças a terem esses mesmos valores e acima de tudo: dê o exemplo. Seja a mudança que você quer ver no mundo.

Link do portal Diário da Região

https://www.diariodaregiao.com.br/_conteudo/2017/12/cidades/rio_preto/1090075-10-atitudes-para-um-2018-melhor.html

 

 

Faça Um Cometário

Your email address will not be published.