Estresse é necessário para nossa sobrevivência, mas você sabe usá-lo a seu favor?

Estresse é necessário para nossa sobrevivência, mas você sabe usá-lo a seu favor?

Pessoas de todas as idades e ambos os sexos, por vezes, se dizem estressadas. Mas você sabe o que é o estresse?

Podemos dizer que o estresse funciona como uma resposta do organismo diante de um perigo, quando temos que decidir entre “fugir ou lutar”, comportamento que nos acompanha desde os tempos das cavernas, quando nos víamos diante de um predador.

Ou seja, o estresse desperta nosso estado de alerta, estando diretamente ligado ao nosso instinto de sobrevivência, não podendo ser considerado algo ruim.

O problema tem sido a maneira como lidamos com esse estresse.

Diante de um episódio de estresse, nosso corpo libera adrenalina e cortisol. Com isso, é comum uma elevação da pressão arterial e frequência cardíaca, além de acelerar a respiração.

O estresse pode se apresentar de forma aguda, ou seja, pontual. Ele ocorre por um gatilho específico, quando temos que enfrentar um medo, ou perigo evidente, por exemplo, falar em público. E assim que a experiência passa, o corpo relaxa e volta ao normal.

Já diante de um estresse crônico o organismo não consegue retornar ao seu estado normal, pois a “necessidade” de estar alerta não passa, e esse acúmulo de hormônios pode causar uma série de danos à sua saúde.

 Sintomas

Pessoas que estão vivenciando uma fase de grande pressão e começam a apresentar os sintomas abaixo, devem ficar atentos e, se necessário, buscar ajuda de um profissional de saúde.

  • Insônia;
  • Problemas digestivos;
  • Elevação da pressão;
  • Depressão;
  • Baixa imunidade;
  • Alterações do apetite, seja pela perda ou vontade excessiva de comer;
  • Dificuldade de concentração e esquecimento frequente;
  • Dor de cabeça do tipo tensional; e
  • Diminuição do desejo sexual e impotência temporária nos homens.

Lembre-se que não é bom ter a sensação de ter se acostumado com um estresse crônico, pois ele pode passar a dominar você, o que lhe dificultará reverter o quadro.

 Conhecimento

Na luta contra o estresse, seja para não deixar ele te dominar, ou para se livrar dele, algumas variáveis são fundamentais, entre elas conhecer a si mesmo.

Assim fica mais fácil identificar o que desperta nosso estresse e, consequentemente, a melhor maneira de lidar com ele.

Sim, é possível gerenciar o estresse. Seja lidando melhor com nossas emoções, ou mesmo investindo em uma rotina menos atribulada.

Existem técnicas de relaxamento que podem ser bastante úteis. Já pensou em fazer ioga ou meditação, por exemplo? Atividades que levem a uma consciência sobre a respiração costumam ser bastante indicadas.

Também é importante manter uma dieta saudável, rica em cereais integrais, frutas e verduras, e praticar atividade física rotineiramente, assim o organismo fica mais equilibrado e longe do estresse.

Todos temos uma rotina corrida, cheia de compromissos, mas é preciso saber relaxar, ter tempo para o lazer, e para o que nos faz bem.

Calmantes naturais como maracujá e camomila, através do suco e chá, podem ser eficientes para relaxar.

Durma bem. Se por um lado o estresse pode causar insônia, por outro a falta de um sono reparador, pode levar ao estresse.

Mantenha distância de substâncias que fazem seu corpo acelerar como cafeína, nicotina e álcool.

Em alguns casos pode ser necessário o uso de medicamentos, então é importante procurar a orientação de um médico.

Procurar um bom terapeuta também é uma excelente opção.

 

Fontes: Portais – Boa Saúde/Terra (Equipe Editorial Bibliomed); Tua Saúde (link – Clínica Geral); Autoajuda em Foco; e Dr. Juliano Pimentel.

Faça Um Cometário

Your email address will not be published.