fbpx
5 dicas práticas para controlar o estresse

5 dicas práticas para controlar o estresse

As incertezas do futuro quanto à pandemia, a preocupação constante com nossa saúde e segurança e a rotina desgastante para conciliar trabalho remoto com cuidados com os filhos e com a casa podem desencadear em estafa e estresse, problemas que afetam nossa saúde física e, especialmente, mental. Pessoas em estado de esgotamento podem ter elevação da pressão arterial, insônia e sofrer crises de ansiedade e estresse, como síndrome de burnout, por exemplo.

A pandemia de Covid-19 afetou ainda mais o cenário da saúde mental dos brasileiros, como prova um estudo realizado pelo Instituto de Psicologia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ): sintomas de estresse e ansiedade aumentaram 80% no Brasil durante o ano de 2020, sendo provocados, principalmente, por preocupações com saúde e emprego.

Enfrentar tempos tão adversos por um longo período ocasionam em esgotamento físico e mental, especialmente quando somado a outros eventos, como:

– Dificuldade para conciliar o home office com a vida pessoal – aqui a situação fica ainda mais complexa para pais com filhos pequenos;

– Brigas conjugais que se tornaram mais frequentes;

– Falecimento de entes queridos;

– Preocupação com a situação financeira, insegurança no trabalho e desemprego;

– Mudanças de residência, empresa, casamento ou gravidez;

– Doença na família que exija cirurgia ou tratamento prolongado, entre outros.

Diminuir o estresse é possível

 

Obviamente é impossível viver livre de problemas e sem qualquer estresse. Porém, com algumas mudanças de hábitos, é possível reduzi-lo e, assim, lidar melhor com os desafios que o momento exige. Vamos às 5 dicas práticas que podem contribuir para mais saúde e bem-estar:

1 -Mexa-se!

Não é novidade para ninguém que praticar atividade física é a solução para diversos males, entre eles o estresse. Isso porque mexer o corpo estimula a produção de endorfina na corrente sanguínea – o conhecido hormônio do bem-estar – e reduz a quantidade de cortisol liberada em situações de alerta. Bastam 30 minutos diários de atividades simples, como caminhar, correr ou andar de bicicleta para obter muitos benefícios.

2 – Dieta balanceada

Alimentar-se de forma equilibrada ajuda o organismo como um todo, melhorando especialmente o estresse. Inclua na sua dieta alimentos com Ômega 3, como salmão e sementes de chia, que beneficiam o funcionamento do sistema nervoso, combatendo o esgotamento mental. Nozes, amendoim e banana também promovem o bem-estar. Prefira alimentos in natura, como frutas, verduras, legumes e proteínas.

3 – Inspire, expire…medite!

A meditação é uma técnica eficaz para aliviar o estresse porque foca no presente, acalma e proporciona uma respiração correta. E não pense que é necessário fazer curso para aprender o método! Comece de forma simples: escolha um lugar calmo e silencioso, sente-se ou deite-se de forma confortável, feche os olhos e respire profundamente de cinco a dez minutos diários.

  1. Comemore as pequenas conquistas

Não leve tudo tão a sério! Valorize as pequenas coisas da vida e comemore cada conquista, por menor que seja. Viver em estado de gratidão por tudo o que nos acontece torna os dias mais leves.

  1. Procure ajuda

Quando o nível de estresse atinge um ponto muito alto, não conseguimos resolver sozinhos e aí entra a ajuda especializada. Médicos psiquiatras podem recomendar medicamentos e terapias necessárias para cada caso.

Fontes: Minha Saúde

Vida Saudável – Albert Einstein