Dia Mundial do Rim 2018 faz campanha focada na saúde da mulher

Dia Mundial do Rim 2018 faz campanha focada na saúde da mulher

Em 2018 o Dia Mundial do Rim será celebrado no dia 08 de março, que é a segunda quinta-feira do mês.

Nesta edição a campanha traz como tema “A Mulher e a Doença Renal – Incluir, Valorizar, Capacitar”, e a coordenação é da Sociedade Brasileira de Nefrologia.

Mulheres têm o mesmo risco de desenvolver uma doença renal crônica (DRC) que os homens. Sendo que alguns estudos apontam que elas correm até um risco maior, com prevalência média de 14% em mulheres e 12% em homens.

Porém, o número de mulheres em diálise é menor do que o número de homens.

Dia Mundial do Rim 2018

O transplante de rim também é distribuído de forma desigual. Mesmo em países que fornecem transplante renal e tratamento equitativo para homens e mulheres, as mulheres tendem mais a doar rins e são menos propensas a recebê-los.

A DRC afeta aproximadamente 195 milhões de mulheres em todo o mundo e, atualmente, é a 8ª principal causa de morte em mulheres, causando 600 mil mortes femininas anualmente.

DRC e Mulheres

Mulheres com DRC tem maior probabilidade em ter uma gravidez de risco ou redução da fertilidade.

Quando a mulher sofre de doença renal avançada apresenta gravidez mais desafiadora, com altas taxas de transtornos hipertensivos e partos prematuros.

Já em mulheres transplantadas com êxito, a fertilidade pode ser restaurada e as chances de aumento de nascimento bem sucedido. Porém, é fundamental um acompanhamento médico antes mesmo da concepção.

Por outro lado, as complicações relacionadas à gravidez aumentam o risco de doença renal: a pré-eclâmpsia, o aborto séptico (infecção da placenta) e a hemorragia pós-parto (hemorragia maior após o parto) são as principais causas de lesão renal aguda em mulheres jovens.

Prevenção

Em grande parte dos casos é possível prevenir quadro de doença renal crônica.

Para tanto é importante manter bons hábitos, ou assumir uma mudança em benefício da sua saúde.

Para prevenir a DRC é necessário:

– Pratique atividade física regularmente.

– Mantenha uma alimentação saudável e equilibrada.

– Evite o sobrepeso.

– Mantenha-se hidratado tomando líquidos, especialmente água.

– Controle o nível de açúcar no sangue (glicemia) para evitar o diabetes.

– Monitore sua pressão arterial.

– Consulte um médico regularmente para acompanhar a situação dos seus rins e peça o exame de creatinina.

– Não fume. Evite bebidas alcoólicas.

– Não tome remédios sem orientação médica.

Fontes: Sociedade Brasileira de Nefrologia; Portal da Diálise; e Word Kidney Day.

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.